Skip to content

‘sugar todo o tutano da vida’

March 5, 2009

walden

Leio no blogue do JL que a Antígona vai reeditar Walden ou a Vida nos Bosques de Henry David Thoreau. Li o Walden por volta dos meus 18 anos. Para além dele, só O Fio da Navalha, de Somerset Maugham, e Cartas a um Jovem Poeta, de Rilke, me tiraram o sono e atearam chamas dentro de mim (uma revolução, que saudades). O exemplar que li na altura era da biblioteca. Lembro-me de já  ter comprado o Walden para dar a alguns amigos em aniversários. Não o tenho ainda porque com as moedas contadas, a escolha acaba sempre por recair sobre algo que ainda não conheço.  Mais cedo ou mais tarde, Henry David Thoreau voltará a ser lido religiosamente por mim – só não sei é se me voltará a tirar o sono.

Um dia vou colocar um quadro na parede do meu quarto com esta citação, retirada do Walden,

Fui para os bosques porque desejava deliberadamente viver, enfrentar apenas os factos essenciais da vida, e ver se poderia aprender tudo o que ela tinha para ensinar.
Queria viver profundamente e sugar todo o tutano da vida, viver com tanto vigor que conseguisse aniquilar tudo o que não fosse vida, empurrar a vida contra uma esquina; reduzi-la aos seus termos mais humildes…para não quando morrer, descobrir que não tinha vivido!

One Comment leave one →
  1. Nilton permalink
    June 12, 2013 12:00 pm

    Onde encontro esse livro meu caro? ..

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: