Skip to content

O seu a seu dono

November 4, 2008

Não está escrito em lado nenhum. Mas, implicitamente, sempre existiu um código de conduta na blogosfera: quem vai buscar alguma notícia a um blog, cita-o. Muitos blogs dedicados à literatura vêm cá pontualmente procurar algumas notícias, colocam nos seus blogs, mas quase nunca referem o absurdo.

Como é que eu sei? Se tenho três posts com notícias, essas mesmas notícias vão aparecer seguidas nesses mesmos blogs, sem qualquer referência cá à casa. Depois, outros ‘blogs literários’ vão citar os ‘blogs literários dos amigos que vieram cá buscar a matéria’. Confuso? Nem por isso.

Se os bloggers se queixam (e muito bem) que os jornais têm pudor em citá-los, na blogosfera não será muito diferente: os mais conhecidos citam-se interminavelmente a si próprios, mesmo quando vão buscar a informação a outros blogs menos (re)conhecidos.

8 Comments leave one →
  1. November 4, 2008 12:51 pm

    Ninguém te manda assinar com apenas dois nomes. Tenho esta teoria: se fosses não a Eduarda Sousa mas a Eduarda Costa de Sousa, a vida ia correr-te melhor. Eu próprio estou a ponderar passar a assinar Hélder Oliveira Beja(ou de Oliveira Beja). Bem se vê porquê: um tipo não quer andar a penar o resto da vida por ter apenas dois míseros nomes😉

  2. November 4, 2008 12:56 pm

    Olha que já tenho pensado muito no assunto. Vou ponderar passar a assinar “Maria Eduarda Sousa”. Guardo para mim que esta “Maria Eduarda” poderá evocar “Os Maias” e meter algum respeito cá no burgo😀

  3. November 4, 2008 5:34 pm

    Realmente coisas assim acontecem na blogosfera. Eu, ao menos, preocupo-me em dizer sempre a fonte da noticia. Inclusive, lembro de ter postado algo referente à discussão sobre literatura fantástica e Saramago, citando, claro, “O absurdo”.

  4. November 4, 2008 10:32 pm

    Nunca tive esse problema. De facto, para ser honesto, a qualidade dos meus textos, nunca teve o nível para ser citada por ninguém. Por isso mesmo, nunca me preocupei com o teu pertinente post. No entanto, voltando ao assunto, evito buscar ideias de outras pessoas. Normalmente, no texto que crio, digo de onde fui buscar, contextualizando, desta maneira, o meu leitor. Começo por dizer que a ideia do meu texto vem de X ( e ponho link ) e depois continuo o meu texto. Apesar disso, acho que só fiz uma, ou duas vezes isso. Mas acho uma tremenda falta de respeito copiar de um blog, para o outro, ideias/notícias/histórias/pensamentos. É roubo, simplesmente. Pedir autorização ao autor, ou pôr um link identificando claramente a fonte é sempre de bom tom. Desculpa todo o devaneio que para aqui meti.😛

  5. November 6, 2008 12:14 am

    Porque é que acham que no meu blog aparece Tim James Booth? Três nomes é o que está a dar.

    Cheers

  6. November 6, 2008 2:55 pm

    Lol. Que nome de classe: James.😛

  7. November 6, 2008 4:00 pm

    Classe? Mais de mordomo, eh eh eh…

    Cheers

  8. November 6, 2008 4:17 pm

    Ahahaha. Bem visto.😀

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: