Skip to content

lá se acabaram os mimos

July 7, 2008

[rockyou id=116962037&w=426&h=320]

O Festival de Teatro de Braga – Mimarte chegou ontem ao fim. 10 espectáculos (dos quais só perdi 2) muito frio, riso, gargalhadas, cansaço e aborrecimento. Houve de tudo, desde o supra-sumo: Escola de Mulheres, interpretado pelo Teatro ao Largo, de Beja; ao mais absoluto tormento: Comédia do Verdadeiro Santo António, do Gefac.

Mas as maiores expectativas estavam mesmo guardadas para os dois últimos dias, onde seriam apresentadas As Bacantes de Eurípides e As Vespas de Aristófanes.

O problema surgiu quando reparei que era uma companhia espanhola, o Grupo ACUTEMA, a levar ao palco a peça de Eurípides. Mesmo não conseguindo perceber algumas partes, a peça valeu pela soberba representação do grupo espanhol.

O mesmo não se pode dizer d’As Vespas, interpretada pelo Grupo Thíasos do IEC da Universidade de Coimbra. Apesar do notório amadorismo dos actores, o maior problema prendeu-se com a adaptação da comédia aos tempos modernos. Estar, por exemplo, a chamar “gajo” ou “fulano” repetidamente a um cão numa comédia grega não tem assim lá muita piada.

2 Comments leave one →
  1. July 7, 2008 4:14 pm

    Faço das tuas, minhas palavras.

  2. Ana Ribeiro permalink
    January 5, 2009 10:03 pm

    Meu caro,
    primeiro: aquando da defesa da tese de mestrado que consistiu na tradução d’«As Vespas», esta foi criticada por ser demasiado comedida e púdica na linguagem, comparativamente com o original grego;
    segundo: se não gosta de ouvir calão em língua portuguesa…, olhe, leia o original grego.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: