Skip to content

dizem que é um país de compadrios

May 21, 2008

Há um exercício que um dia gostaria de fazer: analisar alguns suplementos/revistas literárias portuguesas durante um determinado período de tempo para ver quais são as editoras mais citadas e as nunca aparecem. Já perdi a conta às vezes que ouvi vários autores e editores acusarem a imprensa de dar sempre visibilidade aos mesmos. A culpa recaí sempre sobre os críticos que são acusados de escreverem sobre os livros dos amigos. Não me parece uma acusação vã ou tola. Eu, por exemplo, leio livros de amigos mas raramente escrevo sobre eles porque, por mais que quisesse, é extremamente difícil ser imparcial. Não sei se é a atitude correcta ou não. Mas já li críticos a escreverem bem sobre um livro de um autor e passados alguns meses, esse autor escrever bem sobre o livro que o crítico entretanto editou. Não será mera coincidência…

Não sei se existe algum estudo em Portugal sobre o assunto, mas espero um dia poder fazê-lo, academicamente ou apenas por prazer pessoal.

One Comment leave one →
  1. Marlene permalink
    May 31, 2008 3:33 pm

    Ora aí está uma óptima ideia para um projecto de investigação. POrque não propões ao CECS?
    Olha que as ideias originais só o são por tempo limitado…
    Eu avançava com a proposta.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: