Skip to content

2º dia da Feira do Livro de Braga

March 31, 2008

O debate que marcou o 2º dia da Feira do Livro de Braga pode ser lido na notícia que escrevi para o ComUM. A tertúlia andou à volta da eterna questão da inovação na criação literária e contou com a presença de António Manuel Pires Cabral, Frederico Lourenço e Miguel Real.

Tudo augurava uma excelente conversa, não fosse o desastre auditivo dos microfones instalados nas lapelas dos convidados. Para além de não se ouvirem, os microfones ainda emitiam um zumbido que seria capaz de atormentar um surdo. A primeira intervenção de Miguel Real oscilou entre a ausência de som e um zunzum ensurdecedor. O som não deveria ter sido testado antes? Era necessário torturar auditivamente os convidados e o público? A meio, a coisa lá se resolveu: entregaram um microfone aos autores e desactivaram os de lapela.

O PEB esteve mal. Muito mal.

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: