Skip to content

a crítica literária

March 26, 2008

Porque é que alguns críticos literários se lembram, de vez em quando, de contar a história toda numa recensão? O leitor não quer saber o final, ou sequer o meio, senão perde a vontade de ler. É o que acontece nesta crítica publicada no New York Times sobre A Sombra do Vento de Carlos Ruiz Zafón. Não conta o final (pouco falta para isso), mas revela pelo menos dois acontecimentos que só aparecem sensivelmente a meio do livro e que são decisivos para a compreensão da história.

Tive de sofrer quase até ao fim para descobrir o que aconteceu a Penélope (e é aí que está parte do prazer da leitura) e Richard Eder revela-o imediatamente em meia dúzia de linhas. 

8 Comments leave one →
  1. Anonymous permalink
    March 26, 2008 9:56 pm

    Pena não te revelares mais… Quanto mais sei de ti mais
    me tenho pena de não te conhecer

  2. March 26, 2008 11:38 pm

    ó xôr anónimo. obrigado pelo comentário simpático. o absurdo não é um blog de revelações pessoais, ainda que seja impossível escrever sem colocar algo de pessoal😉

  3. bytemania permalink
    March 27, 2008 12:32 am

    A comment to feed your heart

  4. Sandra permalink
    March 27, 2008 1:07 am

    Puxa… que crítico desagradável! No comments… rs
    Eduarda, já tinha deixado um recado hj… entrei sem querer no seu blog por conta desse livro. Eu adorei o livro, ainda estou encantada… fui dormir super tarde ontem, não parei de ler até conseguir terminá-lo. Tudo bem que hoje estou sonolenta, mas valeu a pena! rs E essa crítica me deixou p… da vida também!
    Ahhh… só depois de olhar mais o seu blog percebi que é de Portugal. Sou do Brasil… vou tentar visitar o blog sempre que possível.😉

  5. djamb permalink
    March 27, 2008 10:38 am

    Infelizmente, isso acontece com mais frequência do que o esperado no sector da literatura e do cinema. Trate-se de críticos, jornalistas ou líderes de opinião, há sempre quem “tenha o prazer” de desvendar o fim de uma história ou de um momento crucial para o desenrolar do argumento. Penso que não conseguimos fugir disso, até porque em conversas do dia-a-dia há quem não tenha o cuidado de não desvendar desfechos.

  6. March 27, 2008 4:42 pm

    Tsss…há pessoas que não sabem guardar segredos!!!.ehehehehe😉

  7. March 27, 2008 5:54 pm

    Esta gente é uma desbocada!😀
    Não te enerves! No mundo vai sempre existir quem não saiba guardar segredos….

  8. March 29, 2008 6:33 pm

    E, no entanto, parece ser uma tarefa tão simples escrever uma resenha literária sem tirar o prazer do leitor.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: