Skip to content

para quem me tem em boa conta

February 21, 2008
Na segunda, violei os direitos de autor. O livro tem 10 páginas. A tiragem tinha sido de 350 exemplares. Creio que já estava esgotado. O autor é um dos meus poetas preferidos. Não consegui resistir e aqui me confesso. Perdi toda a minha credibilidade. Sem qualquer tipo de vergonha, com um papel à frente da testa a dizer “proibido fotocopiar livros inteiros por causa do artigo, blá, blá, blá”, segui em frente, disfarçadamente. Preparo-me agora para montar uma edição caseira, pirateada, de um dos meus poetas preferidos. Se serve de alívio de consciência, é só para mim.
Advertisements
4 Comments leave one →
  1. Luís Pedro Afonso permalink
    February 24, 2008 11:55 pm

    Olá Eduarda,

    Deparei com o seu blog, quase por acaso, quando procurava informações sobre a biblioteca de clássicos do António Lobo Antunes e foi uma excelente surpresa. Como grande consumidor de literatura e música não pude deixar de apreciar os contéudos, que achei refrescantes, cuidados e cheios de óptimas sugestões.

    Parabéns

    Luís Pedro, Porto

  2. Luís Pedro Afonso permalink
    February 25, 2008 12:00 am

    É verdade, e gostei muito do quadro do Friedrich, no ínicio da página!

    Parabéns outra vez.

    Luís Pedro

  3. katiekeane permalink
    February 25, 2008 2:12 pm

    A woman´s gotta do what a woman´s gotta do…

    E nunca chegámos a terminar aquela conversa 😉

Trackbacks

  1. até o livro se desfazer « o absurdo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: