Skip to content

how to write about books you haven’t read

January 14, 2008

não é má vontade ou querer apontar o dedo mas cada vez que leio algumas críticas literárias na imprensa fico com a sensação de que o jornalista/crítico não o leu. refiro-me especificamente a mini-recensões, onde o jornalista apenas dispõe de pouquíssimas linhas para escrever sobre a obra.

se olharmos para o resumo do livro na contracapa e para essas críticas, assinadas com o nome do jornalista, nota-se que são quase idênticas. quando se tem meia dúzia de caracteres para escrever torna-se, por vezes, impossível escrever muito mais do que o próprio resumo.

com o ritmo actual de produção nas redacções, também compreendo que seja impossível a um jornalista ler todos os livros que vai referir nessas caixa de sugestões. mas a mim, como leitora, faz-me confusão que me estejam a recomendar algo que não leram e não sabem se na sua opinião é de facto bom.

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: