Skip to content

a arte de derrubar árvores

January 4, 2008
«A maior parte das pessoas realmente não nos interessa, pensei eu o tempo todo, quase todas as que nós encontramos não nos interessam, não têm para nos dar senão a sua mesquinhez das massas e a sua estupidez das massas e com isso nos aborrecem sempre e por toda a parte e naturalmente não temos por elas o mínimo interesse.»
(Thomas Bernhard, in Derrubar Árvores – uma irritação. Lisboa: Assírio&Alvim, 2007)
3 Comments leave one →
  1. January 4, 2008 7:07 pm

    Há um tempo primeiro, antes desse: o das caras, dos indivíduos que brotam da massa com estórias semi-inventadas para contar – nunca as saberemos, até porque depois da abordagem, sim, fala Bernhard.

  2. January 5, 2008 12:03 pm

    são os inventores de história😀

  3. January 5, 2008 8:27 pm

    Grande, grande verdade…🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: