Skip to content

para dizer a verdade nunca gostei muito de rabanadas

December 27, 2007
que período mais chato este que medeia o natal e o ano novo. dores de barriga para curar, das rabanadas e filhoses. o trabalho que se acumula mas não há meio de lhe pegar. o frio e a lareira. os livros a pedirem atenção e mimo. os putos de férias a pasmarem e lavrarem em frente à televisão. o meu desejo de pasmar também. e ainda li algures que este é um tempo rápido. não é não. e depois do ano novo vem o período deprimente: custa a arrancar, faz-se umas listas de objectivos para tentar enganar e anda-se com cara de poucos amigos. só lá para meados de Janeiro é que volta tudo ao normal, digo eu, penso eu, não desejo eu.
Advertisements
No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: