Skip to content

a dirty lover in pain

June 17, 2007

the_national.gifnunca pensei que o sucessor de Alligator, dos The National, fosse aquele grupinho de canções equilibradas, simétricas, penteadas. eu queria a alma, o fogo, a revolução, o desalinho, a sujidade dos dois primeiros álbuns. ao som de Boxer não salto, não rio, não sofro, não canto. estes não são os meus The National, não são não.

3 Comments leave one →
  1. cláudia lomba permalink
    June 17, 2007 6:27 pm

    são os meus… oh, se são. tantos sonhos que este álbum tem, tantos. mãos dadas, noites de verão à espera com limonada e tarte de maçã, arco-íris e jardins… sonhos bem reais e tão perto. coisas frágeis, algumas que ficaram pelo caminho. ai, este álbum! ó eduarda, tocaste-me na ferida! 🙂 ouve-o outra vez daqui a uns tempos.
    eu adoro os anteriores, sem dúvida, mas não os compares. se calhar é esse o problema, porque os meninos são os mesmos. sem dúvida.

    ***

  2. June 17, 2007 9:07 pm

    vou voltar a ouvir. com cuidado. dar-lhe tempo de gestação. mas confesso que não me agarrou, nem de perto, nem de longe 😦 mas fico contente por te tocar na ferida, o absurdo tem andado muito pacato 😉

  3. cláudia lomba permalink
    June 18, 2007 12:26 am

    🙂
    há coisas que mexem connosco em alturas diferentes, não ouças já. se calhar não é deles que precisas agora.

    e olha que pacato só se for nos comentários, que de certeza que quem cá vem fica inquieto com as palavras que aqui vais deixando.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: