Skip to content

Nada duas vezes

May 8, 2007

miro13.jpgDuas vezes nada acontece
nem acontecerá. E assim sendo,
nascemos sem prática
e sem rotina vamos morrendo.

Nesta escola que é o mundo,
mesmo os piores
nunca se repetirão
nenhum Inverno, nenhum Verão.

Os dias não podem ser repetidos,
não há duas noites iguais,
não há dois beijos parecidos,
não se troca o mesmo olhar.

Ontem, o teu nome
em voz alta pronunciado
foi como se uma rosa
me tivessem atirado
Wislawa Szymborska

Miró

* para o S.

 

3 Comments leave one →
  1. May 8, 2007 11:02 pm

    W. Szymborka é uma poetisa adorável. Fico contente por ter encontrado a luz da sua escrita…

    Um abraço!

  2. Nathalia permalink
    May 10, 2007 10:17 am

    Miró é fixe! Kandinsky tb!

  3. bytemania permalink
    May 11, 2007 11:14 am

    adoro-te princesa =)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: