Skip to content

«i’m the dreamer who jumps off the bridge»

February 14, 2007

velazquez-venus.jpg

Vénus ao Espelho‘, Diego Velásquez (1651)

«Wylie não beijava com frequência (nos lábios) mas, quando o fazia, empenhava-se a fundo. Não era dessas pessoas lúgubres que teimam em tirar o badalo ao sino da paixão. Não. Um beijo dado por Wylie era uma semibreve sonora mantida, numa longa fase amorosa, em meia página de trémulos tamborilados em surdina. Miss Counihan nunca sentira coisa mais deliciosa do que aquela osmose ao retardador da saliva do amor».

(Samuel Beckett, in Murphy. Lisboa: Assírio&Alvim, 2003)

Advertisements
2 Comments leave one →
  1. February 14, 2007 2:11 pm

    saliva do amor?

  2. February 15, 2007 8:48 am

    Lolita, confesso que ainda gosto mais de “tirar o badalo ao sino da paixão.”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: