Skip to content

Cristianismo (I)

July 3, 2006

“A origem da violência no Ocidente está no cristianismo

León Rozitchner (in Pública, 02.07.06)

Advertisements
10 Comments leave one →
  1. July 3, 2006 11:01 am

    Ja agora Eduarda, importas-te de explicar porque e que o senhor León Rozitchner diz isso(eu nao tenho acesso a Publica). Que eu saiba as ha sociedades cuja base cultural e nao-cristas sao tao ou mais violentas que as cristas

  2. July 3, 2006 3:13 pm

    Irei fazê-lo… mas só quarta já que amanhã tenho o meu último exame e tenho que estudar. Mas fica prometido: colocarei aqui os extractos da entrevista em que se refere ao cristianismo (tarefa difícil já que é quase toda a entrevista)… e tentarei nos próximos tempos desenvolver a minha opinião, devidamente fundamentada, sobre o cristianismo.

    beijinho

  3. July 3, 2006 4:45 pm

    boa sorte para o exame

  4. July 4, 2006 12:37 am

    Posso ter(-te) percebido mal, Joana. Mas é exactamente por isso: a falta de capacidade de tirar os olhos do umbigo e tornar a coisa um escândalo quando, a maior ou menor força, te obrigam a pensá-lo fora da tua barriga.

    Mas guardo espaço no meu comentário para assumir ter falhado por completo o julgamento do teu pequeno texto.

  5. July 4, 2006 6:13 am

    Eu tambem nao sei se percebi muito bem o teu comentario, mas acho que ultimamente se caiu num facilitismo de imputar tudo quanto e mau ao cristianismo. Nao que o cristianismo nao seja fonte de muitos males, nao estou a tentar dizer isso. A serio que nao me estou a armar em parva, mas nao consigo perceber como e que o senhor consegue tirar uma conclusao tao abrangente e baseado em que. A violencia surgiu de repente ha 2000 anos foi?

  6. Sylvie permalink
    July 4, 2006 7:11 pm

    Também fico ansiosa por conhecer a fundamentação de uma afirmação tão radical. A origem da violência não diz respeito a fé cristã, existe milhões de motivos possíveis para a violência, o cristianismo poderá ser no máximo mais uma.
    Na minha opinião a problema não é a religião, é mesmo o ser humano que é violento.

  7. July 5, 2006 1:01 pm

    Sylvie, não é um problema de fé: é de instituições. Deus, a existir, é só um – ou mesmo que sejam vários, muitos – e gosta de todos os seus (verdadeiros) crentes e seguidores, independentemente da sua cultura terrena – até porque se olhares bem, os deuses são todos muito parecidos. Talvez porque as culturas derivem todas da mesma, à boa maneira evolutiva darwiniana? Isso seria outra discussão.
    A verdade é que, se não fossem os árabes, a filosofia, por exemplo, estaria condenada pela mão pesada da instituição maior do cristianismo. E esteve, até ao Renascimento, onde laivos de livre pensamento, daqueles a sério, só do outro lado do Mediterrâneo.
    E é preciso perspectivar que os actos de violência – extrema mesmo – nem sempre são visíveis. A posição ocidental de olhar para o mundo árabe como pobrezinhos e coitadinhos, com um «pai, perdoa-lhes, não sabem o que fazem», é pedra basilar nesta discussão, parece-me. A falta de visão para perceber onde começa e acaba o conflito é a de velho moribundo.
    Não quero ilibar os árabes da culpa, que a têm por certo. Mas a Santa Inquisição (manifesta ou não) ainda tem muito que dizer, e é pena.

  8. Sylvie permalink
    July 5, 2006 2:04 pm

    Não acredito que seja o cristianismo que originou violência, como não acredito que seja a religião muçulmana a causa do terrorismo. As Religiões em si não proclamam a violência mas sim os homens que a praticam é que comentem em seu nome os crimes mais horrendos. Mais uma vez afirmo a mal é sempre da distorção da religião e não da religião em si.
    Aqueles que respeitam os ideias religiosos seja quais foram não praticam ou pelos menos tentam não praticar actos violentos.
    Concordo com o que dizes sobre a visão ocidental, mas mais uma vez falemos de ocidente e não de cristianismo, cada vez mais eles não são relacionados.

  9. July 5, 2006 3:29 pm

    Sylvie – “A origem da violência não diz respeito a fé cristã, existe milhões de motivos possíveis para a violência, o cristianismo poderá ser no máximo mais uma.”

    Garanto-te que a fé cristã foi um dos motivos para que muitas guerras “santas” (!!!!!!!!!) fossem perpetradas em seu nome e fizessem quantidades impressionantes de vítimas e de todo o tipo de devastações.

    Hugo – “Deus, a existir, é só um – ou mesmo que sejam vários, muitos – e gosta de todos os seus (verdadeiros) crentes e seguidores, independentemente da sua cultura terrena – até porque se olhares bem, os deuses são todos muito parecidos.”

    Costumo dizer que Deus é o mesmo só que com nomes diferentes!

    Hugo -“A verdade é que, se não fossem os árabes, a filosofia, por exemplo, estaria condenada pela mão pesada da instituição maior do cristianismo. E esteve, até ao Renascimento, onde laivos de livre pensamento, daqueles a sério, só do outro lado do Mediterrâneo”.

    Quantas vezes, em nome do cristianismo, não foi proibida, sob pena de morte, a discussão pública de filosofia ou de religião!?

    E a querida biblioteca de Alexandria: livros pilhados e vandalizados pelo fanatismo e obscurantismo cristão. Quantos séculos não teremos retrocedido por causa do cristianismo!.

    Não sou contra a figura histórica de Jesus, respeito-o como homem sobre-humano que terá sido mas só isso: Homem. Não Deus mas um representante de Deus. Sou é contra a fabulosa maquina publicitária que a igreja montou atrás de Jesus

  10. July 5, 2006 9:57 pm

    Sylvie, tinha dito atrás que o problema não era de fé, mas institucional. Disseste a mesma coisa. O que Eduarda escreveu confirma-o: as guerras santas são coisas dos homens, das instituições – se bem que é o Homem que constrói a fé: não serão a mesma coisa? Até podemos estabelecer uma hierarquia política: conservadores, liberais, intervencionistas, anarquistas, … Tem piada que o Partido Comunista de Marx e Engels tenha ficado bem próximo, ideologicamente, das religiões do amor, igualdade e compreensão. Enfim, coisas da História… Não quero lançar a confusão.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: