Skip to content

Escrevo ruidosamente

May 23, 2006

pedaços de sentidos desconexos: imprudências da juventude ou do fígado ruim. Mais eis que digo basta: o Absurdo quer-se respeitável. No meio do risível encontro alguns resíduos de seriedade. Tapo imediatamente todas as entradas: não quero que o vento mos leve. Há Homens! soubesse eu pensar ordenadamente o sentido da areia: mas quando tento encher a mão ela foge-me por entre os dedos.

Advertisements
5 Comments leave one →
  1. Anonymous permalink
    May 23, 2006 11:32 am

    Pelos textos que li, este blogue parece mesmo absurdo!
    Por favor, discernimento!

  2. May 23, 2006 12:12 pm

    Caro anónimo,

    Os comentários anónimos destrutivos e ressabiados são sempre interessantes.

    Mas afinal, porque perde tempo a ler? e ainda mais a comentar?

    Falta-lhe discernimento para bazar imediatamente daqui?

  3. May 23, 2006 12:28 pm

    adorei este blogue. parabéns.

  4. neverminder permalink
    May 24, 2006 10:28 pm

    Eu também!

  5. Sylvie permalink
    May 25, 2006 11:00 am

    De facto os comentários anonimos só demonstram cobardia, não os deves levar em consideração.
    Continua com o blog!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: